Rua Ezequiel Freire n° 35 - 3° andar, Conj. 33


Santana - São Paulo - SP


Cep: 02034-000


(11) 5051-7156

Projeto de mudança para o Pecém está parado
Sáb, 04 de Outubro de 2014 09:00

Projeto de mudança para o Pecém está paradoO prazo para transferência do parque de tancagem que armazena combustíveis no Porto de Fortaleza (Mucuripe) para o Porto do Pecém termina no dia 31 de dezembro e até agora o projeto continua parado.

A necessidade de transferência vem sendo discutida desde quando se começou a falar em trazer uma refinaria para o Pecém, há cerca de 20 anos. Protocolos de intenções, termo de anuência para utilização de terreno localizado no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) não saíram do papel.

O decreto nº 31.034, de l9 de outubro de 2012, em vigor, estabeleceu o prazo compulsório de encerramento dessas atividades no Mucuripe para o dia 31 de dezembro, porém o cenário ainda é de indecisão.

O consultor na área de petróleo e combustível, Bruno Iughetti, explica que a transferência não ocorreu até hoje porque deveria ter sido preparada uma infraestrutura de suprimento (um sistema completo de abastecimento) ou a refinaria.

"Como não saiu nem uma coisa nem outra o projeto está parado", comenta. Ele ressalta que a construção dos empreendimentos não está dentro do Plano Estratégico da Petrobrás nem do Governo do Estado.

O novo presidente da Companhia Docas do Ceará (CDC), Mário Jorge Cavalcanti, confirma que a infraestrutura no Pecém não está pronta e que o decreto estadual que determina a retirada da tancagem vem sendo reeditado há várias gestões. "Um dia vai para o Pecém. Não se sabe quando".

Responsabilidades
A Secretaria de Infraestrutura do Ceará (Seinfra) informa que não apenas ela é a responsável, mas outros órgãos chamados através de decreto do Governo do Estado, estão envolvidos no processo de transferência da tancagem.

Além da Seinfra, a Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece), o Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (CEDE), a Procuradoria Geral do Estado (PGE) e a Prefeitura de Fortaleza estão empenhados em encontrar uma solução para o assunto.

"Pela primeira vez o projeto é tratado de forma profunda, tanto que o Governo contratou um estudo, em andamento, que vai viabilizar a transferência", disse o titular da Seinfra, Adail Fontenele.

Segundo ele a empresa Andrade Gutierrez é a responsável pelo Projeto de Manifestação de Interesse (PMI) do terminal de tancagem no CIPP, e o próximo passo é escolher a empresa que irá construir o terminal.

De acordo com a Seinfra, a empresa ganhou a licitação para apresentar um modelo financeiro. "A ideia é que o processo esteja consolidado até o final deste ano.

Sobre a demora na transferência, há pelo menos duas décadas, afirma que "o atual governo está se esforçando para sanar a pendência o mais rápido possível".

Serviço

Leia o decreto 31.034 de 19 de outubro de 2012
Onde:http://bit.ly/1qSkPgp

Números

31 de dezembro de 2014 é o prazo final estabelecido em lei para a mudança

11%
foi o crescimento do consumo de combustível em Fortaleza de janeiro a julho de 2014

Saiba mais

Em janeiro deste ano o então presidente da Companhia Docas do Ceará, Paulo André Holanda,disse que a transferência da tancagem não ocorrerá em 2014 como estava previsto.


A expectativa agora é que, no cenário mais otimista, o novo terminal esteja operacional em 2016


Com a transferência da tancagem, todo o recebimento de asfalto e combustíveis sairá do Mucuripe e passará para o CIPP.


De acordo com Paulo André Holanda, o decreto para a mudança existe desde o governo Tasso Jereissati, tendo sido renovado nas gestões de Lúcio Alcântara e Cid Gomes


Também em janeiro de 2014, O POVO publicou matéria onde os donos de postos da Capital diziam temer racionamento de gasolina, álcool e diesel e apontavam como causa a falta de local para armazenagem dos combustíveis que chegam ao Porto do Mucuripe

Segundo o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Ceará (Sindipostos) existem apenas dois terminais ativados para a estocagem do combustível, que chega por meio de navio ou caminhão

O parque, que na década de 80, quando o consumo era menor, contava com cinco terminais hoje conta com três (Petrobras BR, Cosan e Shell).

Fonte: Centro de Prsquisas Intercorp - O Povo

 

INTERCORP Consultores Associados - Todos os direitos reservados

Os relatórios de análise têm como único propósito fornecer informações e não constitui ou deve ser interpretado como uma oferta ou solicitação de compra ou venda de qualquer instrumento financeiro ou de participação em qualquer estratégia de negócios específica, qualquer que seja a jurisdição

Criação de Sites - ATESCO