Rua Ezequiel Freire n° 35 - 3° andar, Conj. 33


Santana - São Paulo - SP


Cep: 02034-000


(11) 5051-7156

Petrobras e parceiros instalarão 20 novas plataformas no pré-sal até 2018
Sáb, 13 de Setembro de 2014 09:00

Petrobras e parceiros instalarão 20 novas plataformas no pré-sal até 2018Após o alcance da marca de mais de 500 mil barris por dia, o pré-sal ainda terá contribuição decisiva para as metas de produção da Petrobras.

Até o final de 2018, serão instaladas 20 novas plataformas nessa província. Destas, 19 serão alocadas na Bacia de Santos e uma na Bacia de Campos.

Ainda em 2014, mais duas novas unidades entrarão em operação: os FPSOs Cidade de Mangaratiba, na área de Iracema Sul, e Cidade de Ilhabela, em Sapinhoá Norte.

Leia mais...
 
Brasil precisa construir 33 novos aeródromos
Sáb, 13 de Setembro de 2014 09:00

Brasil precisa construir 33 novos aeródromosEstudo elaborado pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) aponta que o setor aéreo necessita de quase R$ 25 bilhões em investimentos para solucionar entraves, dar mais competitividade ao escoamento da produção e atender ao crescimento da demanda de passageiros na aviação civil. Os dados estão no Plano de Transporte e Logística 2014, divulgado pela entidade na última sexta-feira (22).

Conforme o levantamento, ampliação e construção de novos aeroportos demandam a maior parte dos recursos: cerca de R$ 21,3 bi, no total. Somente em reformas para aumentar a área de aeródromos já existentes, a CNT estima que são necessárias 128 intervenções. Outros 33 novos deveriam ser construídos, 25 no Nordeste, quatro no Sudeste e outros quatro no Sul do país. Para a Confederação, as estruturas são necessárias nos estados da Bahia, Minas Gerais, Rio Grande do sul, Ceará, Paraná, Alagoas, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Piauí e São Paulo.

Leia mais...
 
Grandes do minério de ferro desafiam queda nos preços e elevam produção
Sáb, 13 de Setembro de 2014 09:00

Grandes do minério de ferro desafiam queda nos preços e elevam produçãoA Rio Tinto PLC e a BHP Billiton, na Austrália, e a Vale SA, no Brasil - as três maiores produtoras de minério de ferro no mundo -, estão elevando sua produção na expectativa de que a enorme eficiência de escala as leve à lucratividade, apesar dos preços serem hoje a metade do que eram há quatro anos. Essas empresas também estão apostando que os preços mais baixos vão forçar concorrentes com custos maiores a sair do mercado, dando a elas maior poder de formação de preço no longo prazo.

A Cliffs Natural Resources Inc. já contratou bancos para vender suas minas na Austrália devido à concorrência difícil. "As três grandes estão no controle e não há muito a fazer", diz o brasileiro Lourenço Gonçalves, diretor-presidente da empresa americana.

Leia mais...
 
Governo descarta pressão para aderir à sanção contra Rússia
Sáb, 16 de Agosto de 2014 13:10

Governo descarta pressão para aderir à sanção contra RússiaO governo brasileiro não teme pressão da União Europeia para que o país desista de substituir as exportações de alimentos para a Rússia. A venda de produtos agrícolas europeus foi bloqueada pelo governo de Moscou em resposta às sanções estalecidas pelo bloco.

A mesma medida recaiu sobre EUA, Canadá, Noruega e Austrália, que também adotaram restrições ao país devido à sua posição na crise da Ucrânia.

Por ser uma potência no setor, o Brasil passou a ser um dos principais candidatos a se beneficiar pela medida.

Leia mais...
 
Portos paranaenses registram aumento de 6% nas movimentações até julho
Sáb, 16 de Agosto de 2014 13:09

Portos paranaenses registram aumento de 6% nas movimentações até julhoEste ano, de janeiro a julho, os Portos do Paraná já movimentaram quase 28 milhões de toneladas. De acordo com o fechamento, divulgado hoje (11), esse volume representa um aumento de 6% em relação ao mesmo período, no ano passado. O segmento de carga geral foi o que registrou maior percentual de acréscimo. Com quase 5,3 milhões de toneladas, o total movimentado em 2014 é 10% maior que o volume registrado em 2013 neste segmento.

Leia mais...
 
Usina transforma óleo de cozinha em biocombustível
Sáb, 16 de Agosto de 2014 13:08

Usina transforma óleo de cozinha em biocombustívelA Usina de Biodiesel de Quixadá (CE) processa por mês, aproximadamente, 14 mil litros de Óleos e Gorduras Residuais (OGR), o óleo de cozinha usado, transformando-o em biocombustível.

A subsidiária pretende avançar no projeto e ampliar a produção a partir desta matéria-prima que garante produção sustentável a preços competitivos, além de importantes benefícios ambientais e sociais.

Para otimizar esse trabalho de conscientização popular, foi lançada há cinco meses a campanha "Óleo usado e doado, Brasil preservado", que atinge toda a capital cearense.

Leia mais...
 
IABr revê previsão de alta e agora espera queda na produção de aço
Sáb, 16 de Agosto de 2014 13:07

IABr revê previsão de alta e agora espera queda na produção de açoO Instituto Aço Brasil (IABr), entidade que representa a indústria siderúrgica nacional, revisou para baixo suas estimativas de produção e vendas do setor, mas melhorou a expectativa para as exportações deste ano.

Agora, a entidade prevê queda de 2,5% na produção de aço bruto, revisando uma estimativa que, até então, era de alta de 5,2% na atividade do setor. Se confirmada a previsão, o país fechará 2014 com 33,3 milhões de toneladas de aço produzido.

Leia mais...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>
Página 4 de 131

INTERCORP Consultores Associados - Todos os direitos reservados

Os relatórios de análise têm como único propósito fornecer informações e não constitui ou deve ser interpretado como uma oferta ou solicitação de compra ou venda de qualquer instrumento financeiro ou de participação em qualquer estratégia de negócios específica, qualquer que seja a jurisdição

Criação de Sites - ATESCO